[ editar artigo]

5 maneiras de estimular a criatividade das crianças dentro de casa

5 maneiras de estimular a criatividade das crianças dentro de casa

Não é preciso investir em tecnologias ou atividades muito elaboradas para manter os pequenos com um pensamento criativo. Algumas atividades práticas já ajudam a estimular a criatividade desde cedo. 

A criatividade tem o poder de influenciar o desenvolvimento das crianças e o modo como isso acontece pode provocar consequências perceptíveis na fase adulta. 

Segundo a psicopedagoga Irene Maluf, em entrevista para a Revista Crescer, “uma criança que é estimulada a usar sua imaginação se torna um adulto mais seguro na tomada de decisões, com maior senso criativo na resolução de problemas”, afirmou.

E os pais têm um papel fundamental nesse processo. Afinal, a criança ainda está em seu momento de descoberta e os adultos precisam oferecer oportunidades e permitir  a vivência de experiências, assim é possível aflorar a criatividade e desenvolver outras habilidades.

 

Como estimular a criatividade?

De acordo com Teresa Amabile, autora do livro Growing Up Creative, sobre criatividade na infância, é possível estimular a criatividade desde o início da vida por meio do desenvolvimento de hábitos criativos. 

Ainda para ela, “os adultos precisam entender que o cérebro da criança precisa brincar assim como precisa de oxigênio e alimento. Como pais, devemos proporcionar ambientes emocionalmente saudáveis, amorosos, ricos em estímulos e seguros, que permitam brincadeiras exploratórias, despertem a curiosidade e o desejo de criar e modificar”, explica a especialista.

E pode parecer complicado, mas é mais fácil do que você imagina. A habilidade de ser criativo pode ser desenvolvida cotidianamente, por meio de atividades práticas. 

 

5 atividades para estimular a criatividade 

As principais preocupações dos pais, geralmente, giram em torno da saúde física, alimentação e educação dos pequenos. Porém, o incentivo às brincadeiras e à criatividade também precisam ser valorizadas. 

Isso porque, para a escritora e socióloga, Christine Carter, “a criatividade nos ajuda a lidar com mudanças, a solucionar problemas, afeta nossa inteligência social e emocional, melhora nosso entendimento de matemática e ciência e é um componente chave para nossa  felicidade e saúde”.

Por isso, selecionamos 5 atitudes capazes de estimular a criatividade das crianças de forma contínua dentro de casa, e que vão incentivá-las, a serem adultos mais inventivos no futuro. 

1 - Incentive o contato com as artes 

Ao invés de deixar a criança sozinha fazendo as atividades artísticas, é legal tirar alguns minutos para participar do momento com ela. A exposição a diferentes tipos de arte, como a pintura, funciona como um combustível para a criatividade.

Na hora que o pequeno colocar em prática o que aprendeu, não estabeleça normas. Pelo contrário, o estimule a pensar de maneira original. 


2 - Crie um ambiente estimulante

É legal contar com brinquedos lúdicos, jogos, músicas e livros que despertem o desenvolvimento motor das crianças, mas também o desenvolvimento de novas ideias. 

Além disso, um cantinho da casa pode ser reservado para  que eles possam fazer sujeira. Recursos como tintas, papéis e massa de modelar são ótimos para esses momentos de diversão.

 

3 - Tente equilibrar o tempo das telas 

Se possível, controle o tempo de exposição às telas. É fundamental equilibrar os vídeos que eles tanto gostam com joguinhos educativos ou que estimulem o desenho, por exemplo. 

As atividades em telas não devem ocupar a maior parte do tempo das crianças. Brincadeiras com outras crianças ou atividades educativas devem sempre ser estimuladas. 

 

4 - O poder da literatura infantil 

O livro é uma ferramenta poderosa capaz de estimular a imaginação das crianças, já que contribui para um inconsciente criativo, além de ajudar no processo de alfabetização.  

E já é possível encontrar vários tipos de literatura infantil com opções interativas e focadas em criatividade. 

 

5 - Promova o faz de conta 

Nada melhor do que o velho faz de conta. E materiais como massinha, cartolina, rolo de papel higiênico, panelas e objetos antigos podem expandir a imaginação dos pequenos.

O importante é que eles se sintam livres para mergulhar no mundo do faz de conta sem julgamentos. 

 

No final de contas, é fundamental que os pais ou responsáveis ajudem a criança a encontrar atividades que ela realmente gosta e se sente bem e, a partir daí, explorar o processo criativo, já que com vontade tudo fica mais fácil e divertido.

Mundo Cambalhota
Equipe Mundo Cambalhota
Equipe Mundo Cambalhota Seguir

Comunidade colaborativa para conectar pais e profissionais empenhados em desenvolver crianças melhores e mais felizes para o mundo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você