[ editar artigo]

Dia das Mães: a importância de trabalhar afetividade e valores

Dia das Mães: a importância de trabalhar afetividade e valores

“Ser mãe é recomeçar a cada dia, é não ter sono e nem cansaço, é falar o necessário. É calar, olhar e entender. Ser mãe é realizar-se com o sucesso dos filhos, é estar presente em todos os momentos, é ser insubstituível. É ser frágil e, ao mesmo tempo, resistente. Ser mãe é uma aventura permanente. Ser mãe é ser tudo e simplesmente mãe”.

Esse trecho já foi compartilhado inúmeras vezes, principalmente nesta época do ano, e descreve muito o que é ser mãe para algumas pessoas. E para você, o que é ser mãe?

O Dia das Mães é uma data comemorativa com o objetivo de homenagear e demonstrar amor a todas as mulheres que são mamães. Além disso, acreditamos que também é uma ótima oportunidade para trabalhar importantes valores e a afetividade com os pequenos.

Isso porque, as relações de afetividade estabelecidas entre a mãe e a criança são essenciais para garantir a construção do psiquismo da criança, proporcionando um desenvolvimento saudável da personalidade e de seus comportamentos sociais.

Valores morais e afetividade

Os valores morais começam a ser formados desde o nascimento, mas sua expansão é resultado da experiência que é vivida pelas crianças e adultos ao se relacionarem com o mundo. Além disso, é da afetividade, através das trocas interpessoais, que também surgem os valores.

Ao trabalhar com os pequenos através da educação de valores e afetividade, alcançamos importantes objetivos, como:

  • Criação de situações de ensino-aprendizagem que propiciam à criança pensar em suas mães enquanto pessoas com emoções, que também sentem medos e dúvidas.

  • Oferecer condições para a criação de atitudes de solidariedade e respeito com os familiares, assim como do senso crítico quanto aos seus próprios sentimentos e atitudes.

  • Conscientização dos pequenos sobre o respeito e o valor que devemos dar à mãe, não somente nessa data especial, mas todos os dias.

Atividades para desenvolver o vínculo familiar

Todas as atividades que trazem uma reflexão são ricas para construção de valores e da identificação e importância das emoções. E os pais podem ajudar nesse momento, estando atentos às percepções e ações dos pequenos e exercitando uma escuta ativa para guiá-los.

No entanto, sabemos que com a correria do dia a dia e o excesso de trabalho, podem fazer com que a relação familiar fique mais difícil, certo?

Calma, isso não é um grande problema quando há qualidade nos momentos em que estão juntos. Algumas atitudes podem auxiliar na formação de um bom vínculo afetivo, nos mais simples e diversos fatos do dia a dia. 

Pensando nisso, a Box Cambalhota criou em conjunto com a Canguru News um e-book com 10 sugestões de atividades elaboradas por especialistas em educação parental e neurociência.

Essas atividades são ideias divertidas que ajudam a estimular a autonomia da criança e desenvolver a confiança, fortalecendo a conexão entre elas e seus familiares.

Mundo Cambalhota
Ler conteúdo completo
Indicados para você