[ editar artigo]

Você está se sentindo perdida?

Você está se sentindo perdida?

Você as vezes se sente perdida na educação dos seus filhos? Insegura se está fazendo certo, ou se deveria ouvir aquela opinião da sua mãe, da cunhada, da amiga? 

Pois é, tenha certeza que você não está sozinha nessa angústia.
Eu, quando estava com as crianças ainda pequenas, me questionava muito a respeito da maneira de educar usada naquela época. 

A maioria dos pais defendiam a palmada e o castigo como a melhor forma de educar.

Eu não acreditava nisso e decidi confiar nesse meu caminho! Sempre fui adepta da conversa e de me colocar no lugar dos meus filhos para entender o porque de determinados comportamentos.

Às vezes me sentia insegura e com muito medo. Será que estou certa? 
Então, nas horas de aperto, buscava minha intuição e pedia a Deus que me ajudasse.

Algumas vezes acertei, outras errei. 
Não tínhamos a facilidade de encontrar profissionais e até mesmo outras mães que gostassem de trocar experiências.

Hoje temos a internet e suas redes sociais. Muitas informações, trocas, mas, claro, precisamos estar atentos e filtrar as fontes. 
Minhas escolhas me levaram para um bom caminho. Pelo menos me orgulho dos resultados que tenho.

E hoje, trabalhando com pais e vivenciando diariamente os conceitos da Disciplina Positiva, Comunicação não Violenta e outras tantas e lindas teorias sobre a educação e o comportamento da criança, mais me encanto. 

Sou defensora da família, e junto minha experiência (mãe de 3), com aprendizados, para levar aos pais e cuidadores, caminhos para uma melhor conexão, com resultados mais eficientes.

Acredite, existem caminhos mais leves!!!!

Algumas atitudes que  ajudam a nos sentir mais confiantes:

  • Reconhecer nossas qualidades
  • Evitar se comparar com os outros
  • Permitir-se errar e aprender com os próprios erros
  • Livrar-se da necessidade de agradar o outro

Para que nossos comportamentos e nossas decisões sejam eficazes, elas precisam de persistência e confiança. Por isso, confiar em você é fundamental.

Mundo Cambalhota
Valeria Rezende
Valeria Rezende Seguir

Sou Valéria Rezende, mãe da Carol (33), Augusto (31) e Vinicius (28). Empresária, uma das idealizadoras da Box Cambalhota, Kidcoach, Coach Parental. Atuo atendo pais e casais que buscam o alinhamento, harmonia e leveza no núcleo familiar.

Ler conteúdo completo
Indicados para você